[Séries ♥] The Carrie Diaries

Os figurinos da série são um show a parte. Olha a famosa bolsa da Carrie!

Ei Garotas,

Já estou com vontade de falar sobre séries desde que a Taynara, que postava para nós sobre o tema, não pode mais fazê-lo. Ia começar com uma série totalmente “outside the box”, fora da zona de conforto da maioria de vocês, mas vai ficar para semana que vem. Pois ontem assisti os primeiros 5 episódios de The Carrie Diaries e  resolvi contar o que achei.

A série se passa em 1984. Conta a história da protagonista de Sex and the City, mas são as aventuras da jovem Carrie Bradshaw (AnnaSophia Robb) e seu amor por Nova Iorque, mais especificamente Manhattan.

O pai de Carrie conseguiu um estágio para ela, uma vez por semana em uma empresa de direito por créditos escolares, em Manhattan; é quando o amor pela cidade acontece. Em NY, Carrie começa a descobrir uma vida nova, que ela acredita ser perfeita, mas que aos poucos vai percebendo não ser um conto de fadas. Na Century 21, grande loja de departamento, Carrie conhece Larissa Loughton (Freema Agyman), que trabalha na Interview Magazin e apresenta esse novo mundo a Carrie. 

A moda em 1984, Mouse jogando Pac Man <3. Carrie e Walt de Lady Day e Charles.

Larissa e seus amigos, que são pessoas muito influentes no mundo da moda, música e literária não sabem que Carrie tem apenas 16 anos e ainda está no Ensino Médio. Essa parte da história me lembrou muito um filme bem anos 80, em que uma adolescente consegue um emprego em NY e ninguém percebe que ela não passa de uma garota de 16 anos. Não consegui lembrar o nome, quem souber conta nos comentários!

Na sua vida real, Carrie mora com o pai e sua irmã rebelde, Dorrit (Stefania Owen). A família perdeu a mãe há pouco mais de três meses e lida com os problemas do trauma. Na escola, ela enfrenta os mesmos problemas de uma garota de 16 anos. Apaixonada pelo novato, Sebastian Kydd (Austin Butler) achei o ator bem canastrão, que corresponde o sentimento por ela, mas sempre tem a rival popular Donna Ladonna (Chloe Bridges).

Os amigos de Carrie também tem seus próprios problemas e segredos, como perder a virgindade, homossexualidade e a procura do verdadeiro ‘eu’. São eles: Brendan Dooling como Walt Reynolds, Ellen Wong como Mouse, Katie Findlay como Maggie Landers.

A Carrie na série e como ela deveria se parecer se fosse para ser bem realista! ahahahahssh

Opinião: Tirando todo o charme da protagonista ser a jovem Carrie Bradshaw, a série tem aquele enredo clichê adolescente que a gente já viu em várias outras séries no tema. Mas não é assim tão simples, a forma com os temas já batidos são abordados é muito interessante. É legal perceber como um adolescente dos anos 80 lidava com sua homossexualidade, por exemplo.

Aliás, o grande trunfo e que está sendo muito bem aproveitado, é a ambientação na década de 80. Quem nasceu e viveu essa época (como eu), vai adorar as referências de moda, cinema e música. A trilha sonora me levou de volta a infância e pré adolescência. 

Para quem é mais novinho e não viveu essa época, é muito legal ver como nós éramos crianças e adolescentes antes da Internet e das redes sociais. 

Bjo!

Diga o que achou do post

Helena Sá

More about Helena Sá

A Garota Rosa Choque, treinadora de unicórnios, adora colorir a pele e os cabelos. Humana do Jimmy, canceriana em sol e ascendente. Don’t cal me flor, amor, querida...

Comments

  1. Não sou de ver seriados e nem sou novinha..kkkk, mas adoro lembra de coisas boas …
    Adorei brincar de fazer um esmaltinho.
    Passando para desejar
    Ótima semana! ♥
    ♥ Beijos coloridos!

  2. eu to amando essa séries, super legal e as roupas são lindaaas! 🙂 beijão flor, amei o blog

    http://www.amantederimel.blogspot.com

    1. Que bom que gostou Victoria! Bjo 🙂

  3. interessante, mas não sei se eu iria gostar =/
    o que eu gostei mesmo foi da foto da verdadeira carrie shaihsiahsiauhusi ameei

    1. não me contive, tinha que colocar ahaha bjo

Leave a Reply