moda


26/11/15
Tré Artes e Decoração: comprando de quem faz

tre

Almofadas lindas da Tré no meu quartinho lindo! ♥

Essa mania que eu estou aqui no blog, de trazer e divulgar produtos artesanais, locais e diferentes só tem me trazido uma riqueza de contato com pessoas e marcas maravilhosas!

Segunda fui conhecer o estúdio/ateliê/escritório da Tré Artes e Decoração que eu nem sei como definir, acho que podemos chamar de uma explosão de criatividade. A Tré é design, arte, artesanato, fotografia e decoração tudo junto e com sustentabilidade. Em quem pensa que pela diversidade pode se perder o cuidado, está muito enganado.

Criada pela Talita (amiga de infância) e pelo Léo (um querido), a marca prima pela criatividade sem limites, é lindo como eles misturam cultura pop, identidade cultural brasileira, cores, formas, religião e arte regionais, mas que o mundo inteiro pode se encantar e entender.

Sao Jorge

Salve Jorge! Minha mãe é devota e com certeza vai ganhar um de Natal.

decore-tre

A linha de produtos da marca é extensa, vai desde botons, canecas fofas, quadros…

tre

… a almofadas lindas, me encantei por elas!

tre-decor

Também tem móveis super diferentes, coloridos, do jeito que eu amo!

tré-decoração

Outro item que eu amei foram os oratórios, que homenageiam as religiões cristãs brasileiras, o que é lindo, pois precisamos valorizar essa base cultural brasileira. Fora que é uma beleza só!

tre-design

Outra coisa especial da Tré são os preços, muito bons, principalmente por serem produtos de tanto valor cultural, que trazem a arte dos donos da marca, são feitos um a um artesanalmente e a maioria das peças tem poucas unidades iguais. Ou seja, cuidado, beleza, criatividade e exclusividade, tudo em um produto só. 😉

tre-artes

Preciso dizer mais alguma coisa? Preciso sim, que é propor um desafio e um reflexão para vocês: vamos nesse Natal presentear com produtos sustentáveis, feitos de forma artesanal e sem explorar o trabalho de ninguém? Vamos dar valor ao produto local e nacional? Sim ou com toda certeza?! 😀

Curtiram a Tré? Quero saber o que vocês acharam das minhas almofadas lindas! Ficam bem no meu quarto?

Quem quiser conhecer melhor o trabalho desses lindos, é pelo Facebook e pelo Instagram.

 

Postado por Helena Sá

Veja também

24/06/16
Look noite Plus Size

mateus-aguiar-photo

Desde que comecei a postar os looks aqui do blog, vão fazer 2 anos em julho, que eu sonhava com uma montação noturna. Tanto para poder  mostrar pra vocês como eu gosto de sair à noite, quanto pela lindeza das fotos noturnas do Mateus.

Daí que finalmente pudemos fazer, e eu to é boba com o GRITO que ficou o look, as fotos, a locação, tudo junto. Nem sei como elogiar mais o look noite Plus Size que vocês vão conferir agora.

look-inverno-plus-size

Meu estilo não muda muito do dia para noite, acho que só fico um pouco menos colorida, principalmente no inverno, esse lindo.

mateus-aguiar-photo

Sintam só a Çensualidade da pessoa, com decote transparente mostrando o strap bra.

Tô me achando demais com esse look, esse vestido, quero uns 10 pra ter de reserva pro resto da vida. 😅

camisa-longline-plus-size

Não usei nenhum acessório, deixei o look bem simples, pra dar destaque aos detalhes das peças. Transparência no vestido, strap do sutiã, e outros detalhes que vocês vão ver nas próximas fotos.

look-noturno-plus-size

Essa camisa xadrez maravilhosa é no modelo longline, que é mais comprida que uma camisa regular. E claro, essa é da sessão masculina, que já se tornou há anos a fonte principal do meu guarda roupas.

creeper

Falei que esse look não precisa de acessório! Olha o meu creeper maravilhoso, tinha contado dele lá no snap (pinkshockgirl), mas agora é que dá pra ver o show que esse lindo dá.

mateus-aguiar

Amando demais cada foto, as luzes da cidade, o clima total London Calling, em plena Juiz de Fora. SOS!

look-noturno-de-inverno-plus-size

Detalhe do zíper na camisa e a lindeza da minha meia calça de bolinhas, que é super antiga e ainda me salva. 💜

camisa-xadrez-longline

O que eu usei:

  • Camisa longline, Renner (sessão masculina);
  • Vestido preto, Posthaus;
  • Meia calça, antiga (lupo ou trifil);
  • Strap bra, trifil;
  • Creeper, Via Mia.

mateus-aguiar-fotografo

Detalhe, fizemos essas fotos em plena segunda-feira, seis da tarde, hora do rush, na principal avenida aqui da minha cidade.

Vocês não sabem a delícia que é fotografar no canteiro central que divide a via e as pessoas nos ônibus e carros paradas no sinal te olhando e pensando, WTF?

Mas valeu a pena, porque eu to apaixonada no look que é lindo, simples e confortável, do jeitinho que eu gosto de sair, sem salto, sem nada apertado ou incomodando, mas ainda sim literalmente parando o trânsito! ☠

Gente, vocês também pensam muito no conforto pra sair à noite? Curtiram o look?

Créditos:

  • Fotografia: Mateus Aguiar;
  • Maquiagem e produção: por minha conta.
Postado por Helena Sá

Veja também

30/05/16
Dicas para versatilizar vestidos

versatilizar-vestidos

Todo vestido é uma saia em potencial, ou uma camiseta. É assim que eu penso quando olho para um dos meus no guarda roupas.

Comecei a pensar assim, pois a dificuldade de ter aquela saia ou aquela blusa no tamanho do meu manequim, sempre foi difícil, então quando por milagre eu conseguia um vestido legal, fazia dele saia também, e algumas vezes camiseta usado pra dentro de uma calça ou saia.

Por isso a grande dica para versatilizar vestidos é, nunca pense nele apenas como um vestido. 😉

Na primeira montagem aí em cima, vocês podem ver que esse meu vestido floral eu misturo com tudo, sobreponho camiseta ou camisa, faço mix de estampas… Adoro isso, pois a cada vez que eu uso, ele parece ser uma peça nova. E isso apesar dele não ser discreto, é um vestido marcante, mas mesmo assim, com as combinações, acaba ganhando outra vida misturado de várias formas.

versatilizar-vestidos

Olha aí outro vestido antigo meu, que sempre se renova com uma combinação diferente.

Esse tipo de truque é necessário se você quer explorar e usar suas roupas sem deixar de lado nada parado ali no canto do armário.

Sempre falo aqui de fazer o exercício de pegar uma peça, nesse caso o vestido, e ir colocando várias outras pra combinar, a partir daí você consegue decidir o que vai com o vestido e sabe que tem sei lá, 20 combinações com ele.

Para quem está querendo consumir menos, mas também não quer estar vestida sempre igual, versatilizar peças dessa forma é a grande sacada. Fora que é um exercício maravilhoso para a criatividade. Vejo muitas teorias de que se você parar de se preocupar com combinações de roupas e se vestir sempre igual (vide Mark Zuckerberg), vai ter mais tempo para outras coisas, para criar mais. Penso diferente, acho que todo exercício de criatividade é válido, o que você pensou em combinações de roupas é como uma corrida no parque, te deu preparo, treinou seu olhar, e você acaba aplicando isso em outras áreas da sua vida.

Outra dica importante: não deixe seus preconceitos de moda te limitarem, se você tem na cabeça que tal cor ou estampa não combinam, experimenta a combinação mesmo assim, você pode se surpreender.

Entao é isso, agora é colocar isso em prática, quando tiver um tempinho no final de semana ou mais tarde, dá uma olhada no guarda roupas. Qual peça poderia ser melhor aproveitada se eu não pensasse nela com uma só função?

Postado por Helena Sá

Veja também

09/05/16
Sandália com meia

sandália-com-meia

Sabe aquela combinação que você pensa na sua cabeça e que de nenhuma maneira imagina que vai dar certo? É o caso desse look de Sandália com meia.

Apesar de eu achar lindas essas meias estampadas que são feitas para ficarem aparentes (são mesmo para você mostrar), não sabia se na prática ia dar certo ou ficar uma marmota. 💩

Mas né, se as fashionistas das gringas podem, por que não eu? Aliás, essa coisa de usar meia com sandália é muito anos 90, não acham?

sandália-com-meia

Por isso escolhi um vestido preto simples, reto e de algodão, e um cardigan discreto também, pois sabia que o destaque estaria nos pés.

sandália-com-meia

Quando comprei essa sandália, já foi pensando na possibilidade de usá-la no inverno com meia, e poderia ser assim meia soquete como essa, ou meia calça, então aguardem outros looks com ela.

As meias eu comprei pensando em usar assim também, já estou pensando em outras formas de usá-las aparecendo no look. Adorei essas bananinhas no fundo azul turquesa. Agora estou em busca de meias com unicórnios.

sandália-com-meia

O inverno esse lindo que mantém as makes sempre em cima, sem derreter. Escolhi o batom vinho para combinar com o cardigan e fazer jogo com o cabelo.

sandália-com-meia

Amei essa foto, vento batendo, o look todo lindo, e eu lá segurando o carão. 💃

sandália-com-meia

Pensativa, olhar fixo no horizonte, qual o sentido da vida? Não, a gente não via a hora de almoçar na verdade! 😅

Eu usei:

  • Vestido de malha, Renner;
  • Cardigan listrado, Havan (sessão masculina);
  • Sandália rosa, Petite Jolie;
  • Meia de bananas, Foo Socks.

Mais um look que entra para a lista do amor, e esse fica também para quem quer ousar, para quem quer dar cor ao look que está sem graça, para versatilizar um visual que já usou muito e quer dar um toque diferente…

Quero saber de vocês agora: vocês usam ou usariam sandália com meia?

Créditos:

  • Fotografia: Mateus Aguiar;
  • Maquiagem e produção: por minha conta.
Postado por Helena Sá

Veja também

29/04/16
Apresentando: Loja Queer

loja-queer

Alô, alô! Graças a Deus, diria certamente Inês Brasil ao saber que hoje a loja Queer está abrindo suas portas virtuais.

E para coroar esse lançamento fechante os lindos que idealizaram a marca escolheram o Garotas para falar ao mundo sobre esse nascimento (Born this way) 👩‍👩‍👧

Primeiro deixa eu contar o que significa o nome da marca:

A palavra “queer” ou “genderqueer” é proveniente do inglês, e é designado para identificar pessoas que não seguem o padrão heteronormativo estabelecido pela sociedade. Ou ainda, pessoas que não se identificam com o binarismo de gênero (masculino e feminino). É uma expressão relacionada àqueles que não se encaixam com as formas tradicionais de identidade e orientação sexual.

Literalmente, queer significa “estranho”, “esquisito”, “ridículo”, e por muito tempo foi utilizado como forma pejorativa para se referir a gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros. Mas com os movimentos sociais, a comunidade LGBT incorporou a expressão, com o intuito de dar um novo significado, alterando a carga difamatória com que eram denominados todos os “estranhos” ou os fora da norma. Portanto, agora queer traz um significado diferente, e passou a denominar um grupo de pessoas que desejam romper com a ordem heterossexual imposta.

E um pouquinho sobre o que tem a Loja Queer de tão especial.

A Queer é uma união de ideias, conceitos e ideologias, aliados à cultura pop, cinema, seriados, música, literatura, política, bordões, e claro, tudo o que há de melhor na internet. Queremos invadir o armários das pessoas, para que elas possam ter orgulho do que vestir, mas principalmente, desfilar sair com muita elegância.

Acreditamos na moda como forma de expressão e na capacidade de interação entre as pessoas. Uma camiseta é mais que peça de guarda-roupa, é uma maneira de dizer quem você é, sem qualquer tipo de rótulos, no melhor estilo “born this way”.

Preciso dizer que amei tudo sobre o que essa marca linda quer trazer pra gente?

loja-queer

E ainda tem mais, a Queer eliminou o conceito de masculino e feminino de suas coleções, os modelos de camiseta são Slim e Confort, e fica a critério do cliente decidir o que é melhor para si. Eu que nunca liguei pra isso de “coisa de menino, coisa de menina”, dei pulinhos mentais de alegria. 😅

Loja queer

Servindo Katya, a uma das Queens mais engraçadas que já passou pelo RuPaul’s Drag Race

Eles mandaram pra mim o tamanho GG do Confort, que posso dizer que vai até o 48 soltinho ou 50 mais justa. Aguardamos tamanhos maiores! 😉

Depois dessa teoria toda, o melhor é ver algumas das estampas:

loja-queer

Cada estampa tem um historinha muito legal por trás, e eu já tenho as minhas preferidas.

Outra coisa que achei foda, os modelos que fotografaram para a coleção, a diversidade e a representatividade chegaram junto, com a poderosa Samanta Silva e o Michell Marques (que é homem trans).

A loja Queer já tá a todo vapor on-line, entrega no Brasil todo, e já tem Instagram e Facebook.

As minhas expectativas estão altas para as próximas coleções da marca, mas já to amando tudo desse lançamento e quero pelo menos umas 4 estampas!

E vocês, o que acharam? Lacraram, não é mesmo?

Postado por Helena Sá

Veja também

27/04/16
Oxford com vestido

oxford-com-vestido

Finalmente o outono deu as caras, e a gente pode sentir um ventinho de leve, pelo menos aqui na minha cidade. No sul do país já tá fazendo frio, que inveja!

E para quem está sentindo a brisa chegar, mas ainda de leve, esse look de Oxford com vestido é perfeito, pois a camisa de flanela te protege do frio e se o sol pegar você tira e pronto, não passa calor.

oxford-com-vestido3

Mix de estampas é comigo e vocês sabem disso, e esse tá uma graça com o floral do vestido conversando com a camisa xadrez de forma muito amigável. Pra dizer a verdade esse conjunto é BFF, não acham?

Plus-size

Como o look já é bastante colorido, dispensei acessórios, e o cabelo combinou com a camisa, adorei! E com esse friozinho chegando, dá pra ousar mais na maquiagem, fiz um olho mais escuro e o bocão tava rosa, porém na foto ficou mais vermelho.

oxford-outono

O Oxford nude com detalhes em amarelo, esse lindo que lacrou na combinação com a bolsa. 💜

Além disso, achei que ficou tão fofo esse visual de Oxford com vestido, ficou primavera um pleno falso outono brasileiro, misturei as estações todas! 😛

oxford-com-vestido5

Meus óculos amados de madeira em estilo cat eyes completaram a lindeza desse look.

Eu usei:

  • Oxford nude, Bottero;
  • Vestido floral, C&A;
  • Camisa xadrez, Renner (sessão masculina);
  • Óculos de madeira, Ybirá;
  • Bolsa amarela, C&A.

oxford-com-vestido

Esse look tá puro amor e versatilidade minha gente! A vontade é arrancar a roupa que eu to vestindo agora e vestir ele de novo. 💜

E o mais legal dele, é que não fica difícil reproduzir, tá? Junta um vestido floral é uma camisa xadrez aí no armário de vocês, e vejam a mágica acontecer! O toque especial foi o oxford, que pra mim é um clássico que nunca morre.

E aí? Curtiram o look e as dicas? Quem se inspirar marca a #garotasrosachoque pra eu ver! 😉

Créditos:

  • Fotografia: Mateus Aguiar;
  • Maquiagem e produção: por minha conta.
Postado por Helena Sá

Veja também

11/04/16
Sobreposições: dicas de uso para as gordas

No post sobre Armário Cápsula plus Size eu comentei que eu e muitas moças gordas gostam de usar bastante as sobreposições. Coletes, quimonos, cardigãs, camisas, boleros, camisetas, Blazers, jaquetas…

Tanto no verão, quanto no inverno, a gente usa muito, e não apenas para nos escondermos, simplesmente porque sobreposições dão um charme ao look, seja ele de uma gorda ou de uma magra, se a sobreposição for bem feita, fica lindo, traz estilo e atitude ao visual.

Mas tem também as mulheres gordas que ainda tem um pouco de receio de usar sobreposição por achar que vai aparentar ser mais gorda, maior, o que não acontece. E se acontecer, qual é o problema? Parecer maior não é ruim, vamos parar de pensar que magro, petit, pequeno é sempre bom e que grande é ruim para mulheres. 😉

sobreposições

Aprendi muito cedo a usar sobreposição, tenho queratose pilar, que deixa meus braços cobertos de bolinhas vermelhas, por isso sempre tive vergonha de mostrá-los, só usava camiseta quando estava bronzeada, pois aí as bolinhas ficavam camufladas.

Mas teve um lado bom nisso, pois acabei estimulando a minha criatividade ao combinar peças para sempre usar mangas.

sobreposições-plus-size

A sobreposição traz ainda a possibilidade de milhares de looks diferentes usando as peças de roupa que você já tem.

Um vestido vira uma saia combinado com uma camiseta, suéter ou camisa por cima. Uma camiseta sem mangas, ganha mangas coloridas com um bolero e coletes por cima. Não tem limites para sua imaginação quando você mistura peças que supostamente deveriam ser usadas de outra maneira, fica diferente, inusitado, e você ganha em visuais diferentes sem comprar mais nada.

gordas

Ah Helena, mas eu não tenho criatividade para isso, não sei misturar estampas, não sei o que cai bem com o que…

Gente, vai no armário, pega um vestido, depois começa a combinar com todas as camisas, camisetas, suéteres e afins que você tenha. Pronto! Você com certeza vai tirar daí algumas combinações que não imaginava serem tão legais. Agora é só ir aos poucos fazendo isso com todas as suas peças de roupa e acessórios também.

E aí, deu certo? Quero saber quem já faz sobreposição com pé nas costas e pode vir dar dicas pra gente nos comentários. E quem foi no guarda roupas e conseguiu fazer uma sobreposição legal, vem contar aqui! 😉

Postado por Helena Sá

Veja também