blogs


19/06/17
Se nada der certo…

se nada der certo

Eu já estava para gravar um vídeo e escrever aqui sobre o meu novo trabalho na marca Sou Dessas. Mas com a tal festa à fantasia de um colégio particular em que os alunos se fantasiaram de profissões que consideram como “dar errado” na vida, tive que adiantar esse post pra poder falar o que eu penso disso tudo.

Aperta o PLAY e assiste em HD! 🎈

No vídeo eu falo detalhes do meu trabalho como consultora/influenciadora (esse é o cargo na carteira de trabalho), da Sou Dessas. Esse é um trabalho que estou curtindo fazer, pois ele valoriza meu blog,, parte dele é produzir conteúdo para o Garotas, e isso é incrível. ⭐️

Falo também da minha formação acadêmica, do trabalho no blog… mas eu quero aqui reforçar uma coisa:

De fora a vida dos colegas, do vizinho, na maioria das vezes parece ser um mar de rosas, parece que tudo “deu certo”.

Mas nunca é o que parece, o clichê é verdade, a vida é complicada, não tem receita de bolo ou manual de instruções. Você pode seguir tudo que te disseram, ou pode seguir seus sonhos, nenhum dos dois caminhos é garantia de “sucesso” no final.

Porém, a gente também não tem como medir sucesso na vida, não é ter mais dinheiro, acho que dar certo na vida é fazer o que gosta, ser feliz assim, conseguir tempo pra ficar perto de quem a gente ama… são tantos os fatores e diferentes para cada um de nós, não dá mesmo pra mensurar.

A única coisa que dá pra concluir dessa história toda, é que se você acha que existem trabalhos inferiores, que dar certo na vida é só dinheiro e status, acho que você já está dando errado, não é? 😉

Postado por Helena Sá

Veja também

19/06/17
Se nada der certo…

se nada der certo

Eu já estava para gravar um vídeo e escrever aqui sobre o meu novo trabalho na marca Sou Dessas. Mas com a tal festa à fantasia de um colégio particular em que os alunos se fantasiaram de profissões que consideram como “dar errado” na vida, tive que adiantar esse post pra poder falar o que eu penso disso tudo.

Aperta o PLAY e assiste em HD! 🎈

No vídeo eu falo detalhes do meu trabalho como consultora/influenciadora (esse é o cargo na carteira de trabalho), da Sou Dessas. Esse é um trabalho que estou curtindo fazer, pois ele valoriza meu blog,, parte dele é produzir conteúdo para o Garotas, e isso é incrível. ⭐️

Falo também da minha formação acadêmica, do trabalho no blog… mas eu quero aqui reforçar uma coisa:

De fora a vida dos colegas, do vizinho, na maioria das vezes parece ser um mar de rosas, parece que tudo “deu certo”.

Mas nunca é o que parece, o clichê é verdade, a vida é complicada, não tem receita de bolo ou manual de instruções. Você pode seguir tudo que te disseram, ou pode seguir seus sonhos, nenhum dos dois caminhos é garantia de “sucesso” no final.

Porém, a gente também não tem como medir sucesso na vida, não é ter mais dinheiro, acho que dar certo na vida é fazer o que gosta, ser feliz assim, conseguir tempo pra ficar perto de quem a gente ama… são tantos os fatores e diferentes para cada um de nós, não dá mesmo pra mensurar.

A única coisa que dá pra concluir dessa história toda, é que se você acha que existem trabalhos inferiores, que dar certo na vida é só dinheiro e status, acho que você já está dando errado, não é? 😉

Postado por Helena Sá

Veja também

01/11/16
Encontro de Blogueiros de Juiz de Fora e Região

encontro blogs

Esse post tem que ser grande, não tem jeito, pois eu não apenas fui ao Encontro de Blogueiros e Juiz de Fora e Região, eu organizei essa porra toda junto com a minha amiga Ca.

Então, o encontro pra mim não começou às 19 horas do dia 25 de outubro, a gente tá pensando nele desde o ano passado e colocamos a mão na massa há uns 3 meses pra que ele saísse tão legal quanto foi.

experimental container bar

Pensamos  muito um lugar que seria a cara do Encontro, e o Experimental Container Bar foi o escolhido por vários motivos: localização, estacionamento próprio, espaço, beleza, ambiente, cardápio… o lugar me encantou desde a primeira vez que fui conversar com o Dudu, dono de lá, sobre o evento. Assim que botei os pés no bar já sabia que tinha que ser ali o nosso encontro.

encontro blogs jf

Abrimos inscrições para o encontro somente no nosso grupo, e as pessoas começaram timidamente a se inscrever. A medida que o evento saia em um novo veiculo, aparecia mais gente pra se inscrever, gente nova, gente que já sabia do encontro mas só se animou a participar porque apareceu no jornal… no meio digital tem de tudo, né?

Mas uma semana antes nós já estávamos com todas as vagas preenchidas e fila de espera, aceitamos 5 pessoas a mais do que poderíamos, o encontro já era sucesso antes de acontecer!

encontro de blogueiros6

No dia eu e a Ca passamos perrengues, correrias, atrasos em material pro kit, se arrumar, montar look, fotógrafo, voluntários, gente que não  sabia se inscrever, gente que queria ir mesmo sem ter vaga. O forninho não tava leve e nós duas seguramos e lá na hora Jonathan, Jaqueline e Thales nos ajudaram demais, são nossos anjos!

encontro blog

Já falei que a gente apareceu em tudo quanto é jornal, TV, portal e rádio de Juiz de Fora? Então, teve Tribuna, Zine, Acessa, TVE e TV integração, teve Rádio CBN e Rádio Cidade, foi só amor e tenho que agradecer tanta gente que nem cabe aqui.💜💜💜

encontro de blogueiros

encontro de blogueiros

Todo mundo vestindo Lolja

Tivemos apoio da agência República e de vários dos seus clientes, resumindo, quem tem visão, quem cresce mesmo na crise, esteve ao nosso lado apoiando o Encontro.

encontro blog

encontro de blogueiros de juiz de fora e região

E os blogueiros, youtubers e cia que estiveram lá? Foi muita gente, a lista com todo mundo que foi está no nosso grupo no Facebook. 😉

encontro de blogs mr tugas

Ah, só pra vocês terem uma ideia de quanta gente boa nós movimentamos, seguem as marcas que nos apoiaram:

  • Mr. Tugas
  • None Clothing Store
  • Torp
  • Quem disse Berenice?
  • Digão
  • Hope
  • Juju Doces
  • Doce Mundo Brownie
  • Lolja
  • Independência Shopping
  • Lolla espaço de beleza
  • Tré Design
  • Mac praia e fitness
  • Blume Shirts
  • Casa de Julieta
  • Mega Vale
  • Comercial Mega Brindes
  • Maryana Mauler Acessórios
  • DennyTheCook
  • Rádio Cidade

encontro blog

Foi demais, todo mundo saiu de lá feliz, encantado, com um monte de amigos novos, parcerias, contatos… O Mercado Digital de Juiz de Fora se fortaleceu, nós mostramos nossa força, mostramos que mulheres podem e muito, provamos pra quem quer mudar, que futilidade e superficialidade passaram longe daqui. E o melhor, mostramos que podemos muito mais, mas não para os outros, para nós mesmas!💜

encontro blogjf

encontro blogs jf

encontro blogs jf2

encontro de blogueiros

encontro blog

Só tenho a agradecer todo mundo que acompanha o Garotas, todas as marcas que apoiaram, todos os veículos que noticiaram o evento, todos os influenciadores que compareceram… Obrigada pela nossa arte, Thaís Marquirito pelo release, Jaque e Jonathan por serem a equipe mais foda e Thales pelas fotos lindas! 💜💜💜

Postado por Helena Sá

Veja também

27/10/16
O Encontro e como quebrei a cara

encontro quebrei a cara

Encontro de blogueiros? Que coisa mais década passada! Sim! Nóis é old school aqui, do tempo dos primeiros blogs, acompanhava todos, depois criei o meu pra contar a vida no mestrado fora do Brasil. Em seguida veio esse lindo aqui, em que vocês estão agora, e dele eu não larguei mais. 💜

Mas o mundo muda, na internet parece mudar mais rápido, e hoje em dia o close é o Youtube, todo mundo tem canal, no Garotas tem também, inclusive estamos trabalhando em dar um gás por lá em breve, aguardem!

Porém aqui na minha cidade, as coisas parecem que andam diferente, o povo demora a aceitar o que há de novo, tem gente que não faz ideia ainda do que um blogueiro faz, youtuber então devem pensar que é algo contagioso. 😅

Nessa luta que é fazer um blog que cresce e tem aparecido no Brasil, eu também penso que queria muito ter reconhecimento do meu trabalho na minha cidade, Juiz de Fora, nasci aqui e quero que as pessoas daqui vejam que eu faço um trabalho que vai além de só me remunerar. Tenho orgulho de dizer que ajudo pessoas a se amarem, a se vestirem melhor, a se acharem dignas de tudo de melhor nessa vida. Mulheres, garotas e até os manos, são bem vindos aqui. A gente quer mudar o mundo um pouquinho todos os dias, de post em post, de mensagem no instagram a compartilhamento no facebook.

Acho que por isso que a ideia do encontro veio pra mim e pra Ca, a gente quer crescer e aparecer, e queremos também isso aqui pertinho, em casa. E a gente sabe que faz um bom trabalho, sério, preocupado com quem lê, vê, ouve, sente…

E parece que esse ano a cidade também sentiu isso, demoraram, mas sacaram a gente, a nossa tal influência. As marcas, lojas, lugares, agências e pessoas mais legais, mais espertas, quiseram entrar no nosso barco, e apoiaram o Encontro de Blogueiros de Juiz de Fora e Região. E a mídia, tanto a tradicional, quanto a online, em massa, noticiou, comentou e contou a nossa história.

Duas mulheres sozinhas, duas blogueiras, que já viram muito nariz torcido, muito deboche (blogueira é profissão?), uma é dondoca que não usa salto, a outra é uma gorda super estranha com umas ideias doidas de que ser gordo não é feio, que mulher não precisa viver em dieta, que a gente usa o que quiser, e que a gente se ama por quem nós somos. Numa época de fitness, salto super alto, cílios postiços no café da manhã, contorno pra ir na padaria. To aí numa contra mão, cometendo meus sincericídios, cagando pra aparências e mostrando pra minha cidade, que tem outra forma de viver, não precisa cuidar da vida do vizinho, não precisa manter aparências, aparentar ter mais do que tem, estar mais feliz, mais viajado…

É possível ter um blog sem ostentação, um blog vida real e não lifestyle e mais, tem muita gente aqui que quer ver isso.

Afinal, descubro que JF não é tão atrasada assim, quebrei a cara, mordi a língua e gostei. Pois tive que meter o pé, mas finalmente estão abrindo as portas pra mim.

Postado por Helena Sá

Veja também

19/10/15
Por uma geração de blogueiros Unicórnios

por-uma-geração-de-blogueiros

Por uma geração de blogueiros comprometidos com seus leitores, com a ética, que não criem personagens de um lifestyle irreal, que não sejam reféns de marcas, que tenham comprometimento maior com sua credibilidade do que com anunciantes.

Por mais blogs que priorizem o conteúdo, a opinião, a originalidade. Que não tenham medo de pisar em alguns calos para passar sua verdade ao leitor, a quem o assiste em vídeo, segue nas redes sociais e acredita no seu trabalho.

Será que eu estou pedindo demais? Será que é tão difícil assim sair de cima do muro? Será que é realmente um suicídio comercial dizer o que realmente pensa, ter opinião e não ser apenas um jabazeiro, uma vitrine de marcas, um classificados chique?

Posso estar completamente enganada, todo mundo erra e sempre foi da minha natureza meter o pé na porta, nunca fui uma pessoa de networking, não sou simpática, tenho poucos amigos próximos e nunca causo uma boa primeira impressão, acredito que primeiras ótimas impressões são apenas teatro, pois a maioria das pessoas se esforçam demais para se vender, para serem amadas. Eu não, e nem é por um motivo nobre como autenticidade e honestidade, é porque eu tenho preguiça mesmo, muita preguiça.

Mas como eu dizia, posso estar errada, mas acho que a grande tendência em relação a blogs, quem vai realmente conseguir manter um blog ou canal no youtube, vai ser quem for autêntico, quem voltar as origens dos primeiros blogs de opinião pessoal sincera. As pessoas estão até o pescoço de tanta propaganda camuflada, instabloggers que não sabem nem o que é wordpress, compram seus seguidores e colocam na bio o famoso ~contato para parcerias~.

Mas quando eu falo de opinião não é tirar besteira de trás da orelha, expelir estereótipos, propagar preconceito. É em qualquer que seja o seu conteúdo, que seja um blog de resenha de esmaltes, você possa ali no seu espaço dizer que não gostou da qualidade de um produto, do posicionamento de uma marca, de seu tratamento ao consumidor. Pois foi por isso que os blogs se tornaram referência em um primeiro momento, as pessoas queriam ouvir e ler dos seus iguais a opinião sobre um serviço, produto, filme, game, livro…

Pois se você quer ler algo parcial, que dependa e não queria se indispor com anunciantes, vá ler jornal e revista, ver TV… porque se você fizer o mesmo que eles, ninguém quer ler, ou pelo menos não deveria querer ler um formato amador que é mera cópia de mídias tradicionais.

Algumas pessoas podem perguntar – Como conseguir clientes, anunciantes, parcerias para o seu blog se não vai falar bem da marca, do serviço… – aí é que está, escolha com quem você quer trabalhar, pesquise antes se aquilo tem a ver com seu blog, seu nicho, com o que você acredita. E mesmo assim pode ser que você não teça somente elogios, você pode criticar a postura de um anunciante, se declarar contra.

unicórnio

Por exemplo, já fui blogueira seleciona pela Risqué, mesmo assim quando eles lançaram aquela coleção com tema equivocado no dia da mulher, me posicionei sobre o caso na página do blog. Cabe aí as agências, as marcas e quem mais lide com influenciadores perceber a oportunidade, o unicórnio entre os formadores de opinião que ele estará contratando ao se vincular com esse tipo de blogueiro, youtuber, ou que for, que tenha esse tipo de postura profissional e de vida.

Com isso tudo aí estou meio que vendendo meu peixe, já que é esse o tipo de postura e de linha editorial do meu blog? Com toda certeza, mas é realmente o que eu acredito não somente para o Garotas, é o que eu consumo na internet e fora dela, e cada vez mais as pessoas estão tendo esse olhar crítico. Estão procurando os o blogs e outros formatos que ainda não vendem opinião, mas apenas os anúncios na sidebar, que quando fazem um publipost, sinaliza e fala de produtos com critério, coisas que realmente comprariam ou recomendariam a um amigo.

E como ser assim? Adote na vida também, pessoal, profissional… olha, o caminho é mais longo, cheio de 7×1, mas meu, é tão foda ouvir e ler de uma leitora o quanto confia no que você está dizendo, seja ela uma adolescente ou uma senhora de 50, tenha o cabelo colorido como o meu ou não.

Você pode desagradar muita gente, a maioria não vai te entender, talvez você não encontre o seu oceano azul assim, mas também não vai nadar até uma praia lotada, e com toda certeza vai conquistar seu laguinho de águas cristalinas.

Olha eu cheia das metáforas! Gracinhas a parte, não foi fácil conquistar o meu espaço, ainda não é, talvez eu estivesse aparentemente mais bem sucedida tendo uma postura mais neutra com meu blog e na vida em geral. Mas a cada conquista minha dentro dos meus termos, seguindo as minhas regras, descendo goela abaixo ao invés de ter um tapete vermelho pra mim sempre, aaahhh,  essas conquistas são as mais fodas, as que mais emocionam, pelas quais vale a pena viver.

Postado por Helena Sá

Veja também

15/10/15
Encontro de Blogueiros de Juiz de Fora

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

Senta que lá vem história! Uma história linda que tenho a honra de fazer parte, que é o Encontro de Blogueiros de Juiz de Fora. Eu estive no primeiro há 5 anos, ajudei a organizar o segundo ano passado, e esse ano foi mais especial ainda, organizei junto com a Ca o que eu acredito que foi a melhor versão desse evento!

Deu uma trabalheira danada, tem mais de 1 mês que nós duas só respiramos esse encontro, que é uma realização para a gente, com certeza ano que vem tem mais!

Reunimos terça que passou, mais de 45 pessoas no Barril, uma cervejaria linda aqui de Juiz de Fora, o segundo andar do bar fechou só para os blogueiros. E o melhor, ANGARIAMOS MAIS DE 40 LITROS de óleo de soja e leite longa vida para o Condomínio de Idosos Santa Luiza de Marillac. ♥

E tem vídeo com um pouquinho do que rolou no nosso encontro lindo. Aperta o PLAY!

O vídeo foi a reunião de vários snaps que eu e os convidados gravamos lá! 😉

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

O nosso encontro foi além da diversão, reencontrar amigos e fazer novos. A treta ficou séria, no boca a boca ganhamos visibilidade. O que apareceu de blogueiro querendo participar, marcas apoiando e veículos de comunicação querendo falar sobre o evento, nossa, eu não esperava tudo isso!

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

Mãe, eu tô na globo! A matéria tá AQUI, ficou muito legal. A gente tietando a Laila Hallack, repórter da TV Integração.

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

Teve chop Mr.Tugas para todo mundo, oferecimento da República Comunicação.

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

Vocês não tem ideia da quantidade de marca que enviou mimos lindos pra gente sortear entre os convidados.

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

A nossa mesa de doces que deixou todo mundo babando, foi da Casa de Julieta.

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

OLHA A ARTE DO EVENTO NO COOKIE! OMG!!!

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

Detalhes da decoração fornecida pela Fina Bossa.

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

O Zé além de ser o responsável pela nossa arte, sorteou um layout lá, para a sortuda da Aliandra!

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

Jaqueline que além de blogueira foi nossa hostess! Muito chique, só tenho a agradecer!

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

Teve sorteio de quadrinho da minha coleção! ♥ A Ana Paula sortuda ganhou.

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

Cada convidado levou pra casa uma caixinha linda dessas, que o Ateliê Maria Pipoca fez pra gente personalizada com a arte do evento e com bombons maravilhosos!

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

Jonathan, colaborador do Beleza Sem Tamanho, que me ajudou demais, foi um anjo!

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

O pessoal do site O Happy Hour também fez cobertura top do encontro!

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

Só gente linda!

encontro-de-blogueiros-de-juiz-de-fora

Galera toda reunida na foto para posteridade! ahaha

Essas fotos lindas são da Débora Agostini, nossa fotógrafa oficial do evento!

Blogueiros que compareceram:

www.tatahfavero.com
www.cavillas.com
www.deualoucanaamelia.blogspot.com.br
http://garotasrosachoque.com.br/
www.mazettid.blogspot.com.br
www.vaiali.com/blog
http://belezasemtamanho.com/
www.seraqueessepode.com.br
www.blogholychic.com
http://melhorangulo.com/
www.cafedigitaljf.com.br
www.carolinerneves.com
www.carolinefrizeiro.com
https://maryalcantaras.wordpress.com
eai.arq.br/blog
http://liandrinha.blogspot.com/
youtube.com/tdetagarela
www.talitabotelho.com
http://ninaltomar.com
www.pardeideias.blog.br
http://www.juabacaxi.com/
www.vacasepoderosas.com.br
http://www.casalfit.com
https://magicaltypewriter.wordpress.com/
http://danielacolaci.com/
http://www.leticianery.com.br/
https://www.youtube.com/channel/UCvu2MvWjNozGxCdRlY1034Q

www.veganaentreoutrascoisas.com

https://www.facebook.com/Denydecook-1397868123871593/
http://nataliaapr.wix.com/ametamorfose

@camille_zaka

Marcas que nos apoiaram:

Ateliê Maria Pipoca, Hope , Kopenhagen , Casa de Julieta, Débora Agostini Fotografia, Barril, PUC , Santa Lolla , Anacapri , Carmen Steffens , Quem disse,Berenice? , Contem 1g , Priscilla Stiebler , MIO , Closet Dona Onça , In love lingerie , Track & Field , Uncle K , Mr Pina , Boho Ateliê , Cravo Dourado , Academia Bioforma , Vai Ali , Universo dos livros , Rosana Almeida Acessórios , Miss Bolete , Fina Bossa , Pinóquio – coisas de madeira , RES , Gilberto Design , Ótica Visual , Hill Store , Fabiane Cabelo e maquiagem , Zé Zorzan Design , Café Digital , Start  , Larrice Lingerie , República + Mr Tugas , Tânia Aleixo e Babylon Brasil.

Eita! Acho que lembrei de todo mundo, se ficou faltando alguém, comentem aqui que eu incluo, viu?

Olha, eu tô é morta com essa função toda, mas muito feliz, realizada e de alma lavada, por ter conseguido reunir tanta gente legal, num clima lindo, leve e caprichado!

Só tenho a agradecer a todo mundo que apoiou e ajudou de alguma forma para o nosso encontro acontecer!

Postado por Helena Sá

Veja também

19/08/15
Eu não me vejo, e você?

Passei uma semana sem postar aqui, em pleno BEDA, e eu peço desculpa a vocês e a mim mesma, pois esses dias me deixei abater um pouco, me senti sem forças, acho que todos nós passamos por isso em algum momento da vida, é normal, a gente só não pode deixar isso fazer parte, ser uma constante e não apenas uma exceção. 😉

Não teve post aqui, mas uma coisa que eu não pude deixar de fazer por compromisso com vocês, foi deixar de postar as mensagens/frases, que posto todos os dias no Instagram e Facebook. Por mais que eu estivesse desmotivada, sei que as mensagens fazem muita diferença positiva no dia de vocês girls. Sei disso pelas mensagens que recebo no inbox da página, nos comentários, e até nos likes e compartilhamentos. Por isso, os “quotes” do Garotas não falharam.

Mas o motivo do meu desânimo momentâneo é também o motivo desse post. Semana passada recebi duas revistas em casa, uma local da minha cidade, e uma de uma marca de calçados de plástico que está lançando coleção nova.

Eu-não-me-vejo-e-você

Eu não me vejo, e você?

Folheei as revistas da primeira a última página, na primeira revista, não encontrei ninguém com manequim acima do 40, e não estou falando dos editoriais de moda, me refiro a matéria de street style, que supostamente foi feita nas ruas da cidade mostrando a diversidade de estilos. Mas de diversidade não tinha nada ali, eram pessoas brancas, magras, descoladinhas (odeio essa palavra), e só! Parecia que quem fez a matéria reuniu seu clubinho, pediu pra vestirem suas roupinhas mais hipsters e fotografou como moda de rua, e isso é qualquer coisa, menos moda de rua. Nas ruas você vê diferentes idades, corpos e etnias, vê classes sociais, vê estilos, ou seja, a rua ainda é democrática, mas a matéria foi higienista e isso é triste.

Eu-não-me-vejo-e-você

Na segunda revista, a dos calçados de plástico, o foco são mulheres jovens, entre adolescentes a moças de uns 25 anos, imagino. E assustadoramente, para essa marca só existem moças dessa faixa etária brancas, magras e de preferência loiras naturais ou tingidas. E isso também é muito triste, pois é um produto popular, todo tipo de mulher dessa idade costuma consumir, e essas meninas, essas moças, não se veem ali, não acham que são bonitas ou dignas de estarem ali representadas. Fico triste de a essa altura de 2015, ainda termos que apontar esse tipo de preconceito na mídia e na publicidade.

Eu-não-me-vejo-e-você

Isso se juntou a algumas outras decepções e me deixou pra baixo, desestimulada de blogar, de passar uma mensagem que aparentemente poucas pessoas querem ouvir. E que algumas das que ouvem, batem palminhas, acham bonitinho a gente falar de inclusão, mas na prática, nas suas vidas, no seu trabalho, nas suas marcas e mídias continuam perpetuando os mesmos padrões, preconceitos e estereótipos.

E esse tipo de coisa me atinge duplamente, pois me exclui como pessoa e mulher, e ainda por cima fecha portas para mim como blogueira e formadora de opinião.

Ah, mas Helena, tem muita marca plus size, tem revista especializada nisso, outro dia a Ju foi capa de revista. Sim gente, é verdade que algumas coisas estão acontecendo, algumas de nós estão sendo ouvidas e nos representando muito bem, mas são casos isolados. Esse tipo de mídia e publicidade que nos exclui é majoritária, e eu ainda vejo essas ações pontuais e isoladas como medida paliativa para manter vendas, não um real compromisso com a inclusão e quebra de padrões.

Muita gente pode vir falar para eu procurar e prestigiar quem nos inclui e deixar para lá quem não quer saber da gente. E sim, eu já prestigio, divulgo e consumo quem faz moda para mim, quem me enxerga como consumidora e como mulher inteligente e com estilo. Mas nem eu nem vocês podemos fechar os olhos para essa maioria esmagadora de falta de representatividade da mulher comum, da mulher gorda, da negra, da mais velha, da deficiente.

Enquanto eu puder eu vou meter o pé nessa porta, não querem nos deixar entrar, não querem nos ver, não querem nos contratar, nem nos ouvir. Mas vão sim ter que engolir, pois eu, nós, vamos descer goela abaixo, vamos pular o muro e vamos entrar. Me recuso a viver apenas no gueto, na zona de conforto que são as revistas, marcas e grupos plus size e feministas, elas são importantes sim, mas nossa voz tem que ir além, tem que chegar na menina que consome o sapato de plástico, na mulher que anda nas ruas.

É… parece que o desânimo passou, tô de volta e tombando tá mores?

via GIPHY
beda

 

Postado por Helena Sá

Veja também