15/03/16
A história recente do meu cabelo

A história recente do meu cabelo

A história recente do meu cabelo está pra ser contada há algum tempo, sempre que  mudava o cabelo pedia pro Mateus fazer uma foto, já pensando em quando fosse fazer esse post.

Imaginem que é uma história de 4 anos, pois foi quando comecei a pintar os cabelos com cor fantasia. Sim! Eu tive cabelo careta a maior parte da vida! Se eu soubesse na época que a vida é muito curta para ter um cabelo sem graça… ai ai.

A história recente do meu cabelo

Primeiro eu comecei pelas pontas, com os cabelos ainda compridos eu pintei de rosa, mas era um rosa que tendia para o vermelho, não era ainda o rosa que eu amo, que tem um fundo mais frio. (primeira foto)

Depois já radicalizei mais, cortei os cabelos e fiz mechas em vários tons, mas o tonalizante que usei era fraquinho e desbotou em 2 semanas. Porém foi a cor (cores) que mais amei. (as duas fotos de cabelo curto acima)

A história recente do meu cabelo

Depois disso foi ladeira acima, não sei mais nem dizer qual a ordem cronológica correta dos cabelos acima, só sei que passei por vários tons de rosa, roxo, fúcsia, magenta… Usei tonalizantes de várias marcas e até anilina!

cabelo-colorido

Para não falarem as boas línguas que eu sou a loka do rosa, tive a minha fase granny hair, durou uns 2 meses, mas já vale!

Agora estou com os cabelos em várias mechas de roxo, lilás e rosa, pirei e fiz tudo sozinha em casa, descolori desde a raiz. O resultado tá na última foto da montagem acima, ainda não fiz uma foto legal, mas já dá pra ter uma ideia.

Sobre se é melhor fazer no salão ou em casa, depende muito. Se você tem um cabeleireiro de confiança, um bom profissional, que se importe com a saúde dos cabelos das clientes, vai fundo. Aqui em Juiz de Fora recomendo fortemente o Rapha do Salão Beleza de Minas. Agora, se você já tem habilidade e pesquisou muito como fazer descoloração na internet, vai fundo, muitas vezes a gente sabe cuidar melhor dos nossos cabelos do que cabeleireiros que não estão nem aí para ele. 😉

E essa foi a linda história do meu cabelo rosa, e enquanto eu viver, ela está longe de ter final! (dramática)

Agora eu quero saber a história dos cabelim docês! 😀

Helena SáPostado por Helena Sá

Veja também


Deixe um comentário