01/12/15
Meu Deva Cut na Clínica dos Cachos

 

Desde minha transição, eu cortei meu cabelo curto algumas vezes, mas, nos últimos anos eu vinha mantendo os fios mais longos. Ano passado, eu tive algumas crises e quis cortar, porém, como era o ano do casamento, preferi manter o comprimento para fazer o penteado preso que eu tinha em mente.

Bom, o casamento passou e eu acabei desencanando de cortar, porém, nos últimos meses eu vinha percebendo que por mais que mudasse a finalização ou trocasse de creme para pentear, por exemplo, os cachos estavam com pouco volume e sem muita definição. E apesar de não ter percebido queda ou algo assim, a sensação é que meu cabelo tinha afinado. Então, decidi que era uma boa hora para fazer um corte e mudar o comprimento.

deva-cut-antes

Meu cabelo antes

Aí, começou a saga de procurar algum salão ou profissional especializado em cachos, afinal eu não queria cortar apenas por cortar, tinha algumas considerações para fazer ao profissional. Pesquisei e cheguei até a Clínica dos Cachos. Um dos poucos lugares que usam a técnica Deva Cut e todos os produtos da linha Deva Curl (desenvolvidos especialmente para cachos e 100% livre de sulfato, silicone e parabenos)  na hora de higienizar o cabelo. Antes de ir, eu pesquisei o que era o tal Deva Cut e descobri que é uma maneira de cortar os cachos e que utiliza as madeixas secas para eliminar os pontos certos, cacho a cacho, e assim definir o formato do cabelo e aumentar a definição.

Vi alguns vídeos e depoimentos de quem já tinha ido ao estúdio e resolvi aproveitar minhas férias e marquei para a semana que estaria em São Paulo visitando meus pais, a Clínica fica na zona sul, próxima à estação Santa Cruz do metrô.

Cheguei no salão, que só tem pessoas cacheadas e crespas trabalhando, coisa linda de ver tantos formatos, texturas e lindos cortes assim na sua frente. Bom, a Daniela que me atendeu, conversei com ela e expliquei que queria um pouco mais de volume, que poderia tirar comprimento e também queria mais suavidade para o meu rosto. Ela perguntou se poderia deixar o corte redondo, mas com bico, mais assimétrico, eu disse que achava que sim. Ela então disse que cortaria assim e se no final eu preferisse tirar o bico, ela faria.

Assim, ela começou a cortar o meu cabelo seco, sem pentear ou escová-lo. Ela pegava cacho a cacho e cortava determinadas partes. Depois disso higienizaram meu cabelo com o No poo da Deva (porque minha raiz não é oleosa, se fosse, seria usado o Low poo), em seguida o One Condition foi aplicado. Como eu disse que queria o meu cabelo com mais volume, eles não aplicaram o Angel que é um dos finalizadores mais conhecidos da marca, usaram o Mousse Volumizing Foam no cabelo ainda bem molhado, apenas com o excesso de água retirado com as próprias mãos.

Deva Air 360Depois disso eu fiquei sentadinha esperando meus cachos secarem no Deva Air 360 (quero um desse em casa, gente). Que é um secador de torre da marca, onde você encaixa no topo o secador comum e ele vai distribuir por igual o calor e sem criar vento ou atrito com os cachos.

Com o cabelo todo seco a Dani amassou para tirar o aspecto de durinho que o mousse deixa e finalizou o corte. Tirou qualquer ponta que poderia ter ficado e como eu curti muito o assimétrico, nós mantivemos o corte com bico.

Eu adorei a experiência, curti muito a mudança e o resultado. O meu Deva Cut na Clínica dos Cachos super definiu os cachinhos. Achei ótimo conhecer a linha Deva Curl que eu já tinha lido muito sobre, mas ainda não tinha tido oportunidade para usar.

deva-cut-depois

Resultado do meu Deva Cut

Vou fazer outro post sobre como está sendo a rotina de cuidados agora com os fios mais curtos e quais produtos estou usando para finalizar, já que não tive coragem para dar os quase R$ 80 reais no mousse da Deva.

Ana Paula NunesPostado por Ana Paula Nunes

Veja também


6 comentários em “Meu Deva Cut na Clínica dos Cachos”

Deixe um comentário